Notícias

|

Fique Sabendo

sexta
24/02/17

Chamada para exposição colaborativa

 

 

Em outubro de 2017, o Museu da Imigração  realizará uma exposição sobre acessórios e adornos de corpo (como bengalas, chapéus, luvas, lenços, bijuterias, entre outros), e está em busca de parceiros e objetos dessa natureza para compor o projeto.

Se você é descendente, migrante ou imigrante e tem algum objeto desse tipo como lembrança de sua origem ou de um parente querido, entre em contato conosco! Nos envie um e-mail com algumas fotos dos objetos, contando um pouco de suas histórias. O importante é que essas peças tragam consigo histórias e significados que se relacionem com as trajetórias de migrantes, imigrantes e suas famílias, tanto dos dias de hoje quanto de outros tempos.

O e-mail pode ser enviado até dia 24/04 para pesquisa@museudaimigracao.org.br

 

Critérios de seleção:

– Serão selecionadas dez famílias para participar do projeto. O número de objetos será escolhido posteriormente, conforme a disponibilidade dos participantes.Eles devem ser ou ter pertencido a imigrantes ou migrantes e/ou ter sido passado de pais para filhos ou avós para netos etc.

– Devem se relacionar com histórias de família.

– Podem ter danos materiais ou qualquer outro tipo de sinal de uso. Isso não será um fator de exclusão.

– A seleção irá priorizar a maior diversidade possível tanto no que se refere às origens dos imigrantes e migrantes quanto em relação à própria tipologia dos objetos.

-Não há limites temporais – nem em relação aos objetos, nem aos processos migratórios.
-Serão priorizados objetos de famílias residentes na cidade de São Paulo.

Sobre deveres e direitos:

– Os objetos deverão ser deixados sob custódia temporária no Museu da Imigração, que se responsabilizará pelo seguro e preservação adequada dos itens. Todos os proprietários deverão assinar um termo de entrega dos mesmos no ato de sua seleção.

– Os objetos ficarão impossibilitados de serem usados no período de duração do projeto, tendo em vista a necessidade de resguardá-los para uso nas diferentes atividades propostas.

– (*) Em hipótese alguma o Museu da Imigração se compromete em ficar permanentemente com os objetos deixados pelos proprietários em custódia temporária. Ao término das atividades, os respectivos proprietários deverão retirar no local todos os seus pertences, ficando autorizado o Museu a descartar quaisquer itens após 90 dias da data de término oficial das atividades, caso os mesmos não sejam recolhidos.

– Todos os participantes selecionados deverão autorizar o registro de sua imagem e voz, bem de seus pertences, para uso posterior do Museu em atividades de divulgação do projeto em diferentes meios de comunicação (como imprensa e internet) e em outras atividades futuras de cunho cultural que venha a realizar, respeitando a legislação vigente de direitos de personalidade.

– Após a seleção, a participação nas atividades deve ocorrer de forma voluntária e espontânea, sem criação de nenhum vínculo empregatício por parte do Museu da Imigração.

– Os participantes serão convidados a participar de atividades em horário comercial, durante os dias úteis da semana, e eventualmente aos finais de semana – combinados previamente entre ambas as partes. É importante que o participante se comprometa a participar, tendo em vista que a coerência do projeto se baseia nisso. O selecionado que faltar aos encontros sem notificação prévia poderá ser eliminado do projeto, devendo retirar seus pertences do museu conforme item (*).