Exposição de longa duração

mi fique sabendo

Migrar: experiências, memórias e identidades

A exposição “Migrar: experiências, memórias e identidades” tem como objetivo apresentar aos visitantes os trabalhos de preservação e pesquisa realizados pelo Museu da Imigração a respeito de seu tema central.

Em oito módulos, aborda o processo migratório como um fenômeno permanente na história da humanidade, perpassando contextos mais específicos, como a grande imigração ocorrida nos séculos XIX e XX, as políticas voltadas ao tema, o cotidiano da Hospedaria de Imigrantes do Brás e as contribuições desse processo para a formação do estado e da cidade de São Paulo.

No entanto, a história da migração humana não deve ser encarada como uma questão relacionada exclusivamente ao passado e por isso a exposição fomenta o diálogo com o momento contemporâneo e as novas levas populacionais que rompem fronteiras diariamente.

Completa esse cenário, no centro da exposição, a obra de Nuno Ramos, “É isto um homem?”, que busca mimetizar, por meio de uma instalação artística, duas facetas desse processo: o trabalho e a diáspora das línguas.

A partir dessa proposta, o Museu da Imigração pretende não só proporcionar aos visitantes a oportunidade de conhecer trajetórias de migrantes nacionais e estrangeiros, mas também aproximá-las de suas próprias experiências, fomentar diálogos e contribuir para a cultura do respeito às diversidades.

 

 

 

Fotos da exposição: